Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Gato Pardo

Para quem conhece, vocês estão mais que vacinados. Vocês não conhecem isto? São maiores de idade? Trazem o vosso cartão de cidadão, boletim de vacinas e resgisto criminal? Não? Fantástico!!!

Até sempre, Raul...

10.08.09publicado por Gato Pardo

Lembro-me do meu avô ser um gajo com um excelente sentido de humor.

Certo dia, tinha eu os meus 9 ou 10 anos, andei a remexer os vinis em busca de alguma coisa para ouvir e dei comigo a ouvir um disco de piadas do Raul Solnado.

Achei aquilo de tal forma engraçado. que pedi esse vinil ao meu avô...

Ontem, após saber da partida desse enorme HOMEM que foi o Raul, bateu-me a saudade de voltar a ouvir a sua voz enquanto fazia rir os portugueses sobre a guerra de estava fechada às 7 da manhã ou as razões que o tinham levado a ser ladrão, que eram nem mais nem menos apenas chatear o pai, que era polícia...Ou ainda mais, o porquê de ele enquanto ladrão, roubar apenas aos pobres, porque os ricos eram capazes de se chatear...

Raul Solnado, foi na minha modesta opinião o pioneiro do stand up comedy (antes mesmo desta expressão existir...), um verdadeiro homem do teatro que deu tudo o que tinha a uma arte que não tem o seu devido lugar no coração dos portugueses...

Fundador do Teatro Villaret, director da Casa do Artista (que fundou com Armando Cortez, outro grande senhor do teatro), será sempre um ícone do teatro em Portugal e um senhor no verdadeiro significado da palavra.

O seu sorriso infantil, mesmo na hora da despedida dos palcos, faz-me chorar compulsivamente.Nunca esquecerei as suas palavras...

"Existem dois tipos de discursos...O curto e o longo...O curto é OBRIGADO...O longo é MUITO OBRIGADO!"

Raul, irei para sempre gostar de pensar que aquele disco teu que ouvi enquanto criança, me aguçou o sentido de humor. A ti, meu caro, o meu mais sincero obrigado e que para nós, que por cá ficamos, fiquem imortalizadas as tuas palavras...

"Façam o favor de ser felizes..."